Gestão escolar inovadora: como destacar a escola?

29 de outubro de 2021

Por: SOMOS Educação

Compartilhe:

Um dos maiores desafios da escola é se destacar frente às outras opções. O mercado educacional está cada vez mais competitivo. E é natural que as famílias estejam sempre em busca das instituições que possam oferecer o melhor para as crianças e os adolescentes. Por isso, é importante que a instituição esteja sempre atenta às tendências e às novidades do mundo da educação para garantir uma gestão escolar inovadora.

Além de a escola executar com excelência aquilo que se propõe a fazer, ter no portfólio aspectos que a diferenciam das demais é fundamental para ser uma escola inovadora. Ocupar esse lugar de destaque contribui para a captação de novos alunos, ao mesmo tempo em que garante a fidelização daqueles que já estão matriculados.

Esses são só alguns dos muitos benefícios de contar com uma gestão escolar inovadora. E, para que sua instituição esteja preparada, reunimos neste artigo algumas estratégias que você pode adotar. Boa leitura!

Você também pode gostar:

E-book Marketing educacional: como destacar a sua escola

Guia completo da Escola Digital

E-book Pesquisa de satisfação escolar

Alie tecnologia à gestão escolar

A transformação digital invadiu todos os segmentos e se tornou um pré-requisito para empreendimentos que desejam manter a sua competitividade no mercado. E essa realidade não é diferente para as escolas. Aquelas que investem na tecnologia evidenciam sua preocupação em se manter atualizadas para oferecer um serviço muito mais eficiente.

Existem muitas formas de implementar recursos tecnológicos na educação. Pode-se, por exemplo, adotar sistemas ou plataformas que conectam alunos e professores e que permitem a disponibilização de conteúdos mais interativos, que estimulam os estudantes a irem além do que é visto em sala de aula. Sistemas que integram as famílias à comunidade escolar também são bem-vindos, como aqueles que permitem que as informações escolares dos alunos sejam acompanhadas por seus responsáveis em tempo real.

E, claro, a tecnologia abre muitas possibilidades e facilita algumas ações que somam ao dia a dia da prática pedagógica e da gestão escolar inovadora. Entre essas ações, conceitos como data mining e pesquisas qualitativas e quantitativas, comuns à ciência de dados, se destacam bastante. Vamos entendê-los a seguir.

Tome ações baseando-se em dados

As estratégias educacionais precisam ser pensadas e moldadas com base em dados. Portanto, os gestores devem adotar práticas que possibilitem obter todas as informações necessárias sobre alunos, professores e todos os processos importantes da instituição. Ao se basear em informações confiáveis, é possível implementar medidas que realmente atendam às necessidades e demandas identificadas, contribuindo para que problemas sejam sanados e melhorias sejam implementadas.

Ou seja, uma gestão escolar inovadora tem em sua cultura a prática de se guiar por dados, a fim de otimizar os processos e os resultados da instituição. Isso demonstra que a instituição não “parou no tempo”, mas que está buscando se manter alinhada às novas soluções que podem melhorar sua eficiência no papel de ensinar.

Data mining no contexto escolar

Nesse sentido, vale falar sobre data mining. Ele pode ser definido como uma ferramenta que visa obter conhecimento por meio da análise de um alto volume de dados. Tal análise funciona no sentido de mapear padrões de comportamentos e interesses, o que, no contexto escolar, pode ajudar a identificar problemas de desempenho dos alunos em determinadas disciplinas ou conteúdos, por exemplo.

Além disso, o data mining pode servir para medir o engajamento dos alunos nas atividades, embasando ações para tornar o ambiente educacional mais personalizado e atrativo, a fim de oferecer condições favoráveis para o processo de aprendizagem. Como o uso desse conceito ainda é recente no Brasil, implementar essa prática em sua escola vai colocá-la na vanguarda da educação.

Pesquisas qualitativas e quantitativas para a educação

Outra possibilidade de reunir informações pertinentes é por meio de pesquisas qualitativas e quantitativas. Portanto, primeiramente é preciso determinar qual dos dois modelos de pesquisa é o ideal para o seu objetivo no momento.

As pesquisas qualitativas são aquelas que visam avaliar a qualidade, ou seja, são baseadas em critérios subjetivos e não podem ser mensuradas. Esse tipo de pesquisa deve ser usado principalmente para obter feedbacks, seja sobre a qualidade do ensino ou sobre outros aspectos relacionados ao contexto escolar – realizar pesquisas internas, que permitam ouvir o corpo docente e demais funcionários da escola, também é importante.

O modelo de pesquisa quantitativa é ideal se você precisa levantar dados mensuráveis. Ela serve para traduzir, em números e dados, as repostas dos participantes. Nesse caso, é possível uma análise mais técnica, pois ela permite uma visualização científica e objetiva de tudo o que foi coletado.

Nesse sentido, os recursos digitais facilitam o processo. Mesmo um recurso básico, como formulário no site da escola ou enviado por e-mail, já pode ser usados para realizar uma pesquisa de satisfação de alunos, responsáveis e corpo docente, por exemplo. Lembre-se: escutar os membros da comunidade escolar é um dos preceitos da gestão democrática.

Implemente práticas pedagógicas inovadoras

A parceria entre o gestor escolar e os professores é um dos potencializadores das práticas pedagógicas da escola. Por isso, em uma gestão escolar inovadora, essa parceria garante que a escola esteja por dentro do que há de melhor no mundo da educação para oferecer a seus alunos um processo de ensino e aprendizagem de excelência.

Currículo com atividades complementares

Uma grande preocupação das famílias é que seus filhos tenham uma formação completa e integral. Nesse sentido, as instituições que oferecem atividades complementares são muito valorizadas. Busque entender com as famílias qual é a demanda de atividades para os estudantes.

Ouça as sugestões e filtre aquelas que realmente estão dentro das possibilidades da instituição e que têm relação com a sua linha educacional. Você pode optar por aulas de idiomas, esportes, dança, música e culinária, por exemplo. Além disso, a BNCC do Novo Ensino Médio prevê a obrigatoriedade de as escolas oferecerem os Itinerários Formativos, que também estão na linha de uma formação integral.

Sistema eficaz de avaliação educacional

Por muito tempo, o único tipo de avaliação aplicada nas escolas eram as tradicionais provas, que se limitavam a identificar o nível de conhecimento do aluno em uma determinada disciplina ao final de uma etapa. Esse método ignorava muitas variáveis, como o nível de nervosismo do estudante no dia da prova, assim como outras potencialidades que não podem ser mensuradas com um único instrumento.

Um sistema de avaliação educacional eficaz e mais alinhado com o que se sabe hoje a respeito da educação e da aprendizagem busca enxergar cada aluno sob uma perspectiva muito mais ampla. O objetivo é mensurar o nível de aprendizagem e a evolução da criança ou adolescente, não apenas com base nas provas, mas em outras atividades que tenham mecanismos diferentes e contemplem outras habilidades.

Esse tipo de avaliação holística, que deve ser defendida por uma gestão inovadora, possui base e critérios muito mais confiáveis para que os docentes e a equipe pedagógica direcionem o seu trabalho. Ela também mostra aos pais que os seus filhos estão sendo avaliados de acordo com a sua individualidade, e não apenas com a aplicação de um sistema padrão que ignora as particularidades de cada um.

Formação continuada do corpo docente

Pensar em práticas pedagógicas inovadoras significa estar atento ao desenvolvimento contínuo dos professores. A equipe docente precisa se manter atualizada em relação a novas estratégias de ensino. Por isso, é importante que a escola invista nesse tipo de formação, a fim de que seus métodos não se tornem obsoletos.

É muito claro que os professores disputam a atenção dos alunos com diversos elementos que, há alguns anos, não existiam no ambiente escolar, como celulares e computadores. Sendo assim, saber como lidar com essas ferramentas é um exemplo de ação de formação continuada dos professores. Os professores devem estar preparados para manter a atenção e o foco dos alunos, planejando aulas que alcancem os alunos e as suas diferentes formas de aprender.

Portanto, não basta que os professores dominem o conteúdo que ministram nas aulas. Mais do que nunca, eles devem saber qual a melhor forma de guiar seus alunos pelo caminho da construção do conhecimento.

Invista em Marketing Educacional

Agora que você já tomou todas as ações necessárias para garantir a qualidade do ensino e do trabalho de sua instituição, pergunte-se: as famílias dos potenciais estudantes e dos estudantes já matriculados sabem disso? Como dissemos no início do texto, é importante que esses dois grupos conheçam a sua escola e reconheçam sua credibilidade.

O Marketing Educacional é um conjunto de estratégias que têm como objetivo informar todas as qualidades da escola à sua persona de maneira eficiente. Para isso, é necessário identificar os melhores canais, pensar na melhor estratégia, produzir conteúdo coerente, entre outras práticas, como reservar parte do orçamento para investir em mídias pagas. É por meio dessas ações que se torna possível posicionar a sua escola no mercado, deixando claros os seus diferenciais.

Além disso, uma opção que traz muitos benefícios é contar com um CRM (Customer Relationship Management, ou Gerenciador de Relacionamentos com Clientes). Trata-se de todo o processo que garante um contato eficiente entre alunos/responsáveis e escola.

Nesse sentido, existem opções de sistemas e plataformas que possibilitam manter o registro desses contatos, algo fundamental para a manutenção de um bom relacionamento com as famílias. A proximidade com esses atores do processo escolar possibilita a resposta rápida a quaisquer dúvidas ou questionamentos que possam surgir.

Gestão escolar inovadora: por que contar com sistema de ensino?

A oferta de um sistema de ensino com credibilidade é um ponto importante para as famílias na hora de matricular seus filhos. Elas também levam em conta o alinhamento do sistema com aquilo em que acreditam. Alguns pais podem priorizar a densidade do conteúdo com foco em resultados, enquanto outros podem preferir uma abordagem que privilegie o desenvolvimento da criatividade.

Para a escola não é diferente: o gestor escolar deve adotar um sistema de ensino que esteja de acordo com os valores da escola. Por exemplo, se a escola deseja desenvolver a capacidade reflexiva e criativa dos seus alunos, o sistema de ensino empregado precisa ser condizente com isso.

Portanto, se você está com alguma dificuldade em conquistar novos alunos ou manter os já matriculados, estude a possibilidade de adotar um sistema de ensino; e, se já possui um, avalie se é o mais adequado, busque conhecer outras alternativas e analise a possibilidade de fazer uma transição.

A SOMOS Educação oferece um portfólio completo de soluções para escolas que desejam aprimorar as suas atividades. Ele vai de sistemas de ensino a plataformas tecnológicas com as mais diversas finalidades. Além disso, a SOMOS, como parceira integral da escola, está sempre ao lado das instituições colaborando com o aperfeiçoamento de seus processos internos.

Para saber mais sobre como as soluções da SOMOS contribuem para uma gestão escolar inovadora, leia o whitepaper que preparamos especialmente para você!

Raio-x da Somos Educação para garantir uma gestão escolar inovadora

Compartilhar: