Hydnea Poncio, nossa gerente de Currículo e Avaliação, traz dicas para os últimos momentos pré Exame, além de orientações para as provas objetivas e a redação

Faltam poucos dias para 3 de novembro, próximo domingo, quando acontecerá o primeiro dia de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2019. Nesta data, além das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias, os candidatos deverão escrever uma redação de no máximo 30 linhas. No domingo seguinte, dia 10 de novembro, a prova reunirá questões de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Para ajudar os estudantes nas provas objetivas e também na elaboração do texto dissertativo-argumentativo, a professora Hydnea Ponciano, responsável pela nossa área de Currículo e Avaliação, selecionou as dicas que considera mais importantes:

Dicas gerais – antes da prova:

  • Fazer pelo menos uma prova anterior do Enem (os cadernos estão disponíveis aqui). Neste teste, é importante que o aluno tente identificar temas em que possua maior e menor facilidade.
  • Ler a Cartilha do Participante, focando nas informações mais importantes sobre a prova (disponível aqui )
  • Outros conteúdos do MEC, que também podem ajudar: assistir aos vídeos do programa “Hora do Enem” para relembrar e revisar conteúdos e utilizar os “Percursos Educativos” para conhecer os assuntos que mais caem na prova.
  • Em relação à redação, é importante lembrar que o ato de escrever é construído ao longo de anos de estudo, portanto, o que pode ser feito agora, que estamos às vésperas da prova, é: ler muito e procurar redações bem classificadas nas provas anteriores, o que também pode ser encontrado na Cartilha do Participante.
  • Para uma boa redação, estar atento aos últimos acontecimentos (principalmente os do primeiro semestre, quando a prova foi elaborada) faz toda a diferença, pois ajuda o aluno a ampliar seu vocabulário, trazendo referências atuais e ajudando-o a sair do senso comum, o que é esperado pela equipe avaliadora.
  • O Enem também costuma utilizar as últimas legislações como base para a definição dos temas, como foi o caso da Lei Maria da Penha e da Lei Seca em anos anteriores. Portanto, estudar as legislações, principalmente as aprovadas no primeiro semestre (quando a prova foi elaborada), aumenta as chances de o aluno estar atualizado sobre o tema.

Dicas para o dia que antecede a prova:

  • Alimente-se bem.
  • Tire o dia para passear com os amigos ou seus familiares.
  • Durma bem à noite e relaxe.
  • Verifique o endereço da prova no cartão de participação. Caso não conheça o local, pesquise sobre as alternativas de trajeto e o tempo necessário para chegar com antecedência.
  • Deixe pronto os itens que precisam ser levados de casa: caneta esferográfica preta transparente, snacks (lanchinho rápido) e documento de identidade.

Dicas para o dia da prova:

  • Alimente e se hidrate bem. Escolha uma roupa leve e confortável.
  • Saia mais cedo de sua casa, lembre-se que o trânsito fica complicado próximo às escolas na data de aplicação do Exame.
  • Chegue cedo e confira o local e sala, onde fará o exame. Quando autorizado vá para a sala e faça um breve relaxamento.
  • Ao receber a prova, procure a redação e faça um rascunho. Não deixe a redação por último, porque a própria prova objetiva costuma trazer uma ou outra questão relacionada ao tema proposto. Por isso, o ideal é começar a prova lendo os textos-base oferecidos para a redação e já aproveitar para fazer um rascunho do texto.
  • Depois do rascunho da redação, o aluno deve começar a prova objetiva passando por todas as questões, respondendo aquelas que julgar fáceis e sinalizando as que considerar médias ou difíceis. Aqui é importante assinalar, também, aquelas que estejam relacionadas ao tema da redação – dessa forma, durante a revisão final do texto, o candidato pode usar essas informações adicionais retiradas das perguntas para ampliar sua argumentação e vocabulário.
  • Depois das questões fáceis, é hora de tentar responder as questões médias, usando os conceitos que relembrou durante esta primeira leitura.
  • Antes da rodada final, é indicado que o aluno relaxe, tome água e, então, comece a preencher o gabarito com as questões já respondidas (as consideradas fáceis e médias).
  • Por fim, basta responder as questões que faltam (as mais difíceis) e finalizar o gabarito.

Dicas para uma boa redação:

  • Habilidades para elaborar uma boa redação:

O Enem costuma trazer temas da atualidade, que geram desconforto, justamente porque não caem no senso comum. Por isso, a função da prova é fazer com que os alunos mostrem, por meio da dissertação, sua visão de mundo, reiterando que sabem fazer referências e trazer um aporte social e cultural para falar de determinadas temáticas. Além dessas habilidades, é importante lembrar que na parte de redação o aluno atua como autor e ele deve dar a sua interpretação do mundo, ou seja, o candidato precisa mostrar sua capacidade de autoria, tomando cuidado para manter o foco no tema proposto.

  • Dicas para não fugir ao tema:

A melhor dica é manter o foco do conteúdo nos textos-base oferecidos. Às vezes o aluno quer ir muito além do tema apresentado e isso pode ser um risco, portanto, mesmo que traga outras referências e exemplos, é essencial ler diversas vezes os textos-base para garantir que a redação não fuja ao tema.

  • Dicas para não ser desclassificado:

Além da fuga ao tema, existem outras ações que podem desclassificar o aluno por conta da redação. Por isso, é muito importante ler a Cartilha da Redação, disponível no site Inep, para saber tudo o que pode ser feito e, principalmente, o que não pode. Muitos alunos acabam sendo desclassificados por pequenos deslizes, justamente por não terem lido o material. Escrever em outra língua que não a Portuguesa, entregar a Folha de Redação em branco (mesmo que a folha de rascunho esteja preenchida), fazer anotações nas bordas do papel, deixando, por exemplo, um recado para o examinador, são exemplos de ações que podem desclassificar um candidato.

Cartilha do participante:

http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/downloads/2019/redacao_enem2019_cartilha_participante.pdf)

  • Possíveis temas:

É sempre difícil sugerir possíveis temas para a redação, mas podemos levantar algumas questões com base no direcionamento de provas anteriores. Os assuntos costumam partir de problemas ou questões que geram debate atual e impactam a sociedade, por isso, algumas sugestões poderiam girar em torno do movimento antivacina, bastante debatido em todo o mundo e que já envolveu importantes órgãos internacionais, como a Unicef e a Organização Mundial da Saúde; a proposta do marco regulatório do saneamento básico, que está sendo debatida e que ainda é um grande problema brasileiro; as altas taxas de suicídio na adolescência e o aumento das DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) entre os jovens. Estar atualizado é a melhor dica para se preparar para qualquer tema.

 

Accessibility